contato@comunicabc.com.br

24 de abril, 2024

Poder e confiança: 6 modalidades de artes marciais para mulheres

artes marciais para mulheres

Entenda as características de diferentes tipos de lutas e como essas artes marciais para mulheres podem ser essenciais para escapar de situações de violência.

Casos de violência contra mulheres, infelizmente, não são acontecimentos raros de acontecer. A triste verdade é que essas situações deploráveis fazem parte do dia a dia de muitas mulheres, com suas próprias vidas estando em risco por causa das atitudes dos agressores.

Uma das medidas que podem ser adotadas para amenizar esse cenário de alguma forma é treinar artes marciais que ensinam técnicas de autodefesa. Esse aprendizado pode ser crucial para escapar de situações de violência e até mesmo salvar a própria vida. Não por menos, mulheres passaram a procurar muito mais por aulas dessa natureza nos últimos anos.

Mas quais seriam as melhores modalidades para começar a treinar? Antes de colocar o seu top de treino e uma calça confortável para se exercitar, conheça as características de algumas delas e veja como elas podem te ajudar a se defender em situações de risco. 

Muay Thai

Originária na Tailândia, o Muay Thai é uma arte marcial completa e excelente para aprender técnicas de autodefesa. Como elas envolvem todas as partes do corpo, a modalidade também é perfeita para conseguir maior fortalecimento físico, deixando os músculos do corpo todo mais resistentes.

No Muay Thai, são ensinadas técnicas que envolvem pés, joelhos, pernas, braços, cotovelos e mãos. Os golpes são diversos, incluindo joelhadas, socos, chutes e cotoveladas, garantindo assim que a pessoa tenha um leque diversificado de opções sobre o que fazer em diferentes cenários.

Boxe

Famoso no mundo todo, o boxe é uma modalidade de arte marcial que também ensina técnicas de autodefesa valiosas. Nele as praticantes são ensinadas sobre como se defender e golpear os adversários utilizando as mãos, sabendo explorar pontos de ataque tanto do crânio quanto do torso dos agressores.

Além de ser bom para se defender, o boxe também é uma prática muito vantajosa para a saúde. Como é uma luta que pode chegar até 12 rounds nas competições, essa atividade ajuda a trabalhar bastante o sistema cardiorrespiratório, fortalecendo os músculos dos braços e das pernas, proporcionando mais resistência física e fôlego, além de desenvolver a agilidade.

Krav Magá

Essa modalidade é uma das recomendações mais comuns quando o assunto é defesa pessoal feminina. Na verdade, o Krav Magá não é uma arte marcial, mas sim um estilo de luta criado justamente para fins de defesa contra ataques de outras pessoas.

Por isso, ele possui golpes e técnicas que são originários de outros tipos de lutas. Outro diferencial importante do Krav Magá é que ele ensina a praticante sobre as regiões do corpo mais vulneráveis e sensíveis e que devem ser atingidas primeiro. A modalidade também traz ensinamentos sobre como desarmar adversários que estejam portando facas e armas, além de manuseá-las para revidar os ataques.

Karatê

O foco dessa arte marcial é o combate corpo a corpo, já que é uma arte marcial baseada no princípio do não uso de armas. Tanto que karatê significa “mãos vazias”, tendo sido criado no Japão em uma época que a utilização de armas era proibida na região de Okinawa.

Por isso, o karatê ensina aos alunos possibilidades de desenvolver técnicas de defesa pessoal para escapar de agressões. Por meio da disciplina, a praticante pode aprender estratégias de combate que são capazes de desestabilizar um agressor, evitando assim que a sua integridade física seja colocada em risco.

Jiu-Jitsu

O Jiu-Jitsu é uma das modalidades mais clássicas de artes marciais e também oferece ensinamentos valiosos de autodefesa. Ao aprendê-la, a pessoa aprende a observar as ações feitas pelo seu oponente antes de agir da melhor forma para neutralizá-lo.

Essa é uma modalidade que envolve diversas valências, incluindo força, coordenação, flexibilidade e concentração. Muitos dos golpes aprendidos no Jiu-Jitsu acontecem no chão e envolvem a queda e o domínio do adversário.

Hapkidô

Fechando a lista, há essa modalidade de luta que surgiu na Coréia do Sul. Ela consiste na aplicação de golpes que utilizam diferentes partes do corpo, além de outros acessórios, como bastões, facas, leques e espadas. O Hapkidô tem como característica promover a defesa pessoal, permitindo que o aluno possa neutralizar o seu adversário de diferentes formas.

Assim, o praticante consegue aprender técnicas que envolvam chutes, socos, escapes, esquivas, torções e rolamentos. As técnicas envolvendo armas também permitem que as alunas possam se autodefender utilizando qualquer objeto ao seu favor.

Tags:

Redação BB jovem

Redação BB jovem

O BB jovem é um portal que traz as principais artigos e noticias para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos publicados​