contato@comunicabc.com.br

18 de maio, 2024

Fashioncore: como equalizar estilo próprio e tendências

fashioncore

O termo fashioncore envolve um misto de tendências que surgem e ganham espaço nas mais variadas faixas etárias. Um exemplo é o estilo Barbiecore, que estourou após o lançamento do filme nos cinemas e trouxe o cor-de-rosa para as ruas.

No entanto, é praticamente impossível acompanhar todas as tendências que surgem, até porque, no mundo globalizado e tecnológico de hoje, vale comentar que elas mudam o tempo todo. E mais, você não pode deixar seu gosto pessoal de lado apenas para entrar na moda.

Se você é a favor do conforto, por exemplo, pode adotar a pantufa chinelo como parte da sua rotina e mesclá-la com outras peças. Um pijama cor-de-rosa seria uma ótima companhia para ornar com o Barbiecore, assim como padrões florais te dariam um ar Cottagecore.

A romantização do fashioncore

A discussão sobre os limites do fashioncore e a importância de não perder o próprio estilo surgiu com Gwyneth Paltrow em um julgamento no qual está envolvida, devido a um acidente em uma pista de esqui. O momento pedia sobriedade, mas o foco da mídia acabou indo para as roupas que a atriz vestia, dignas de passarela.

No meio disso tudo, o TikTok, uma das redes mais acessadas quando se fala em tendências de moda, já lançava um novo “core”, o Courtcore, roupas para ir a um julgamento. E aí começava o questionamento: será que as pessoas não podem ter um estilo próprio e devem apenas seguir as tendências?

A idealização do luxo

Outra questão observada com essa rapidez na troca de tendências é a idealização do luxo. Situação que cria um problema secundário: a subcultura de cópias e falsificações.

No meio de tudo isso algumas coisas são deixadas de lado, principalmente a sustentabilidade e os direitos trabalhistas. Se analisar com calma, uma pessoa que não conhece bem o próprio estilo, pode ser facilmente influenciada por todas as tendências.

O que resulta disso? Um armário repleto de peças que foram usadas apenas uma vez, custaram caro, ou fazem parte do mercado de réplicas, e ao final serão descartadas, prejudicando a natureza. Mas será que é possível mudar esse comportamento?

Seu estilo e as tendências de moda

Mesmo no mundo da moda é preciso se preocupar com a conscientização. Não é à toa que existem tantas campanhas comentando sobre o minimalismo, reaproveitamento de peças antigas e o incentivo a trabalhar com roupas fáceis de combinar entre si.

A verdade é que você pode continuar acompanhando os novos fashioncores lançados, mas antes de adotá-los na sua rotina, vale entender seu estilo e analisar se aquela novidade é mesmo para você. Aliás, quem é você dentro dos sete estilos universais? Quais combinam mais com a sua personalidade?

Afinal, vale lembrar que as roupas também são uma forma de expressão. Sim, elas transmitem uma mensagem e falam antes mesmo que você possa dizer uma palavra.

Foi exatamente por isso que Gwyneth Paltrow foi tão criticada, já que sua escolha para o julgamento passou uma sensação de “estou nem aí para tudo isso”. Por mais que, no meio de toda a situação, ainda houvesse tempo para criar uma tendência baseada em suas escolhas de roupa para o momento.

Dê uma espiada no seu guarda-roupa, se possível, reserve um dia para vestir tudo o que tem e se olhar com calma no espelho. Veja com o que se identifica e o que não faz tanto sentido para você. Com essa ideia em mente, vá atrás de conhecer melhor as tendências “core” do momento.

O Cottagecore, por exemplo, combina bastante com pessoas de estilo romântico, exatamente pelas estampas florais e por transmitir leveza. Já o Barbiecore pode ser adaptado em várias situações, desde o estilo romântico até o esportivo ou sexy.

Tags:

Redação BB jovem

Redação BB jovem

O BB jovem é um portal que traz as principais artigos e noticias para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos publicados​