contato@comunicabc.com.br

18 de maio, 2024

Como usar a criatividade para decorar um imóvel?

decorar um imóvel

Não basta apenas ter uma casa com os cômodos desejados, eletrodomésticos comprados e espaço para toda a família, também é preciso saber decorar um imóvel de forma correta para viver nele confortavelmente e proporcionar um bom cotidiano para todos os presentes.

Muitos proprietários se preocupam em pensar em uma boa sala de estar, visto que é o ambiente em que costumam receber visitas.

Contudo, apesar desse espaço ser muito importante, também é necessário pensar na aparência dos demais cômodos da casa. 

Ao subestimar a decoração dos espaços, pode-se perder a facilidade na circulação, bom aproveitamento dos espaços e até mesmo uma boa circulação de luz e ar. Ou seja, impacta na qualidade de vida e do olhar para o ambiente no qual se vive.

A casa, de uma sala sob medida ao quarto, é o lugar que mais se passa o tempo durante a vida. 

Portanto, um olhar atencioso para aparência proporciona um grande aumento na qualidade de convivência e conforto, garantindo bem-estar e muitas outras vantagens.

Para você que deseja decorar um imóvel com criatividade, separamos 6 dicas para tratar esse assunto. Continue a leitura para saber a importância, o conceito de decoração e aprender como fazer esse trabalho da melhor forma.

A importância da decoração

A decoração não é apenas uma questão de aparência, como se pode pensar nas primeiras impressões. A escolha de cores e organização de forma visa agradar, principalmente, os nossos sentidos.

O equilíbrio e a harmonia entre as cores provoca um bem-estar significativo para vivenciar o local, seja um estabelecimento do tipo ADM condominial, casa de férias ou de campo.

Há ainda a ideia de conforto, presente na compra de um imóvel ou estratégia de decoração. 

Assim , decorar um imóvel também implica escolher o tamanho dos objetos e onde eles estarão, para pensar o quanto serão práticos para o cotidiano.

Enquanto você escolhe os objetos da sua decoração, acaba por promover um ambiente aliado das suas sensações e necessidades. 

Com isso, torna-se melhor para a produtividade, descanso, agitação ou aconchego; conforme o desejo para cada espaço.

Afinal, a escolha dos objetos, elementos e cores trabalham para alcançar certas sensações dentro do ambiente.

Aqui vale lembrar a questão da psicologia das cores, um conceito bastante usado no design e nas artes no geral.

Isso porque cada cor possui um efeito no ser humano, causando certas emoções, elevando ou diminuindo outras.

Uma cor azul em um projeto elétrico residencial não pode ser pensada de qualquer jeito. Da mesma forma, a cor que você escolher para um cômodo deve ser estratégica para estimular a tranquilidade, como é o caso do azul, por exemplo.

Por fim, a saúde também está envolvida nesse processo, na escolha do tipo de móvel e na iluminação do local. 

Pode ser uma cadeira ou um sofá, se não tiverem um bom encosto e forem colocados em um espaço mal iluminado, toda a vida da pessoa pode ser prejudicada.

O conceito de decoração 

Antes de adentrarmos nas dicas, é importante entender o que realmente é uma decoração. Quando falamos de embelezar, enfeitar ou adornar, estamos fazendo menção ao ato de decorar.

Vai muito mais do que tornar o ambiente mais bonito, mas sim pensar como alguns elementos podem colaborar para uma melhor vivência e bem-estar. 

Claro que a aparência também está incluída, mas não é o principal. É necessário pensar no tamanho do local, no que se tem disponível e no impacto de cada escolha dos materiais e referências.

Isso vale tanto para a cor da parede quanto para a colocação de uma laje protendida. O quanto o objeto faz sentido para o visual e para o conforto da família?

Afinal, um apartamento pequeno não deve ter i mesmo pensamento de decoração de um grande apartamento, assim como uma casa no centro da cidade funciona de forma diferente para aquela mais afastada.

São fatores geográficos e de tamanho que também são responsáveis pela mudança na estratégia de decoração. Isso sem mencionar o estilo do morador. Assim, cada decoração funciona por uma lógica diferente.

Outro ponto que envolve a decoração são as profissões. Um designer de interiores ou um arquiteto podem conversar a respeito sobre o que o cliente proprietário de um escritório, casa ou apartamento está pensando em fazer em um lugar.

Mas também o próprio dono do local pode usar a criatividade para fazer a própria decoração, com base em ideias do estilo “Faça você mesmo”, entre outras fáceis de achar na internet com recomendações de diversos métodos e propostas possíveis.

Dicas para decorar um imóvel 

Pensando na ideia do próprio morador dar um toque especial para a sua moradia, elencamos algumas dicas especiais para instigar a criatividade e propor possíveis jeitos de decorar um imóvel. Confira a nossa seleção abaixo.

  1. Conheça o tamanho do seu imóvel

Caso você já não tenha uma planta do imóvel, com o tamanho de cada cômodo e a medida geral do local, é importante começar a medir ele.

Conhecer o tamanho do espaço é o primeiro passo para planejar e decorar um imóvel de acordo com a altura e a largura dele, aproveitando melhor os cômodos. 

Assim, é um processo de olhar para as paredes, colunas e janelas e entender o que pode ser feito em cada área vazia.

Ao entender se está em um local pequeno, médio ou grande, é dado um grande passo para o início da tarefa de decoração de maneira estratégica.

  1. Pense na função do local

É normal querer começar tudo de uma vez, mas como diz o ditado, a pressa é a inimiga da perfeição. 

Portanto, pensar qual é a função do seu ambiente com calma é muito importante para a formação final da sua decoração. 

Liste, por exemplo, o número de pessoas que transitam pelo local, a nível de conforto e praticidade de quem estará usando o espaço. 

Essas pessoas usarão o cômodo para qual tarefa? Isso também é importante, a fim de entender se a instalação de um móvel em específico vai atrapalhar essa atividade.

  1. Tenha um estilo definido

Quando pensamos em decorar um imóvel, também pensamos no estilo que ele terá. 

Existem pessoas que gostam mais de um estilo clássico de decoração, mais tradicional, enquanto outras preferem um aspecto campestre ou rústico, com elementos naturais.

O mais importante é encontrar o seu estilo e fazê-lo conversar com o restante dos cômodos, sem parecer uma exclusividade de um só cômodo, por exemplo.

Você pode buscar por estilos de outros empreendimentos, como visitar uma solução administradora de condomínios e entender se aquele estilo faz sentido para você.

A escolha de um estilo tem a sua importância, principalmente na hora da compra, evitando elementos desnecessários para a sua decoração ou que não conversem com os demais itens de decoração.

  1. Use plantas na decoração

Os decoradores profissionais sempre indicam a opção de colocar plantas na hora de decorar um imóvel. É um toque diferente para a inserção de apenas elementos tecnológicos e funcionais, como a televisão e o sofá, por exemplo.

Se você possui um sobrado, por exemplo, ou um telhado amplo para decoração, pode usar uma plataforma tipo tesoura para colocar as plantas de sua preferência e preencher o espaço com um ar natural e leve.

Existem tipos de plantas que servem adequadamente para espaços fechados, enquanto outras necessitam do sol o tempo todo.

Basta ter um olhar atento na hora da pesquisa, escolha e cuidado que você terá em um ambiente bastante especial e prazeroso, equilibrando plantas e outros móveis na composição.

  1. Estude a iluminação

A iluminação tem a sua importância tanto para a passagem e permanência das pessoas pelos cômodos quanto para o foco dos objetos. Pensar o tom da luz, o modelo da lâmpada ou o local em que ela vai ficar tem um impacto fundamental no local.

Estude o cômodo mais usado pela família ou o que mais recebe visitas, como a sala, para adequar as luzes às diferentes necessidades. Já em locais como escritórios, uma luz mais forte pode ser necessária.

Lembre-se de se questionar em cada ambiente: a melhor opção não pode ser uma iluminação mais escura, ocasionando um desconforto visual, correto?

É por essa via que se deve pensar a escolha da iluminação, um item que jamais deve ser menosprezado na hora de decorar um imóvel.

Na compra de novos objetos para a casa, também pense no quanto aquela estrutura vai afetar a iluminação do ambiente. Não verifique apenas o muro de arrimo preço, mas também o impacto que ele terá na sua decoração.

  1. Complemente com objetos decorativos

Pensar em objetos decorativos é uma boa ideia na hora decorar um imóvel, pois você vai estar adquirindo objetos perfeitos para essa função.

É essencial rever o seu estilo e comparar com aquilo oferecido pelo objeto, como a cor, tamanho e formato. 

Alguns objetos são do tipo reutilizável, outros possuem uma função própria e outra secundária, a decoração em si. Eis alguns exemplos:

  • Abajures;
  • Garrafas;
  • Vasos;
  • Caixas;
  • Estatuetas;
  • Quadros;
  • Luzes pisca-pisca.

Muitos deles possuem uma função puramente estética, mas no geral, proporcionam uma outra cara para o ambiente.

Decore o imóvel do seu jeito!

Depois de entender o conceito e a importância da decoração, além de conferir algumas dicas importantes para esse processo, você está pronto para decorar um imóvel do seu jeito.

A depender do tipo de residência que você vive, também é possível estudar o escada rolante preço, escolher o ambiente em que ela vai ficar e decorá-lo para combinar com o novo investimento.

São inúmeras opções de decoração e você com certeza vai encontrar o seu estilo enquanto pesquisa por ideias, cores e tendências. Comece agora a planejar a sua decoração e coloque ela em prática!Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Tags:

Redação BB jovem

Redação BB jovem

O BB jovem é um portal que traz as principais artigos e noticias para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos publicados​